Estamos preparados para garantir segurança para você e sua equipe em nossos ambientes. Acesse o material completo com nossas medidas para prevenção do Coronavírus. Acesse agora Acesse

Trabalho 15out2020

Project Model Canvas: conheça um pouco mais dessa metodologia

Alguns projetos vão pra gaveta ou precisam ser pausados simplesmente porque o controle de tarefas e a falta de planejamento em cada etapa e nas áreas envolvidas fazem eles se perderem no fluxo, não é mesmo?! Hoje vamos falar um pouco sobre uma metodologia que facilita (muito) a visualização do que precisa ser feito por […]

Alguns projetos vão pra gaveta ou precisam ser pausados simplesmente porque o controle de tarefas e a falta de planejamento em cada etapa e nas áreas envolvidas fazem eles se perderem no fluxo, não é mesmo?!

Hoje vamos falar um pouco sobre uma metodologia que facilita (muito) a visualização do que precisa ser feito por cada uma das áreas envolvidas em um projeto e além disso, incentiva a colaboração de todos que fazem parte de alguma entrega.

O Project Model Canvas nada mais é do que a união de ferramentas visuais e organizacionais para deixar o planejamento e execução de tarefas mais fáceis de serem visualizadas e entendidas por todos os colaboradores utilizando uma lâmina macro e organizando post-its dentro de alguns blocos.

 

Por quê Canvas?

Sempre que falamos o termo “canvas” estamos apontando para algo mais visual e mais explícito, pois na tradução literal, canvas significa “quadro”. Não por acaso, sempre que vemos algo em um quadro nossa atenção se fixa melhor para entender o que há nele. E mentalmente, é mais agradável visualizar algo organizado e até mesmo divertido de entender. 

Baseado no Business Model Canvas, criado pelo suíço Alexandre Osterwalder, o conceituado professor e consultor brasileiro José Finocchio criou posteriormente o Project Model Canvas, focando no gerenciamento de projetos. A metodologia é explicada no livro PM Canvas: Gerenciamento de Projetos sem Burocracia, que foi um best-seller no campo das metodologias.


(+) Veja também: Lifelong Learning: aprendizado e sobrevivência profissional


 

Como usar o Canvas para o seu projeto

Como estamos falando de algo totalmente físico*, visual e experimental – cada um vai ter um quadro a partir da sua experiência e demanda – é preciso colocar a mão na massa e se equipar com alguns itens como uma folha de A1 e post-its.

Essa lâmina criada na folha de A1 será dividida em 13 blocos representando cada área do projeto com suas respectivas “tarefas” a serem desenvolvidas e/ou modificadas. É importante que cada bloco esteja em ordem de entregas entre equipes para que fique fácil de visualizar as alterações que vai impactar a próxima etapa e vice-versa.

Para além dessa organização de etapas de entregáveis, o P M Canvas utiliza também perguntas norteadoras em cada bloco. São elas: por quê, o que, quem, como, e quanto e quando.

 

Por quê: defina o objetivo do projeto em blocos que expliquem objetivos, benefícios e oportunidades.

 

O que: explique qual o produto ou projeto está sendo desenvolvido e qual resultado se pretende ter ao final das etapas do projeto.

 

Quem: cada tarefa precisa ter um “dono” então defina os responsáveis por cada etapa e os stakeholders envolvidos na construção do projeto.

 

Como: basicamente, esse grupo de blocos é Lara definir algumas regras e estabelecer detalhadamente as condições em que o projeto se enquadra.

 

Quanto e Quando: defina seus custos ao longo do projeto, possíveis excedentes de budget, prazos e previsão de conclusão.

 

Agora que você leu um pouco sobre essa metodologia, que tal experimentar no seu projeto? Esperamos que esse conteúdo te inspire a se organizar melhor e dar um salto na evolução dos seus projetos!


(+) Veja também: Saúde mental como aliada no trabalho


Lygia Anthero

15 min.
15out2020
Trabalho

Veja também: