Escritório Virtual | Nex: garanta endereço fiscal, endereço comercial e gestão de correspondências no maior coworking em Curitiba! A partir de R$ 89/mês na modalidade anual (pagamento único de R$ 1.070,00) Acesse

Produtividade 14dez2022

Coliving: conheça mais sobre essa tendência

Se você pudesse levar o conceito de coworking, onde há a divisão do ambiente de trabalho e um senso de comunidade entre quem utiliza o local, para um método de moradia compartilhada? É aí que entra o coliving! Em um mundo cada vez mais individualista, o coliving surge como uma alternativa e uma resposta a […]

Se você pudesse levar o conceito de coworking, onde há a divisão do ambiente de trabalho e um senso de comunidade entre quem utiliza o local, para um método de moradia compartilhada? É aí que entra o coliving!

Em um mundo cada vez mais individualista, o coliving surge como uma alternativa e uma resposta a esta tendência. Nele, o que é valorizado é o senso de comunidade e a economia colaborativa.

No coliving (living-moradia, co-coletiva), pessoas dividem um mesmo espaço de moradia, com o objetivo de compartilhar espaços comuns, tarefas e custos, sempre de maneira sustentável.

Mas, além disso, moradores de coliving priorizam o estreitamento de laços, onde cada um se ajuda, troca conhecimentos e constrói relações harmônicas baseadas nas regras do local.

Como surgiu o coliving?

O precursor do coliving foi o cohousing, um movimento de compartilhamento de habitações. O primeiro cohosing foi uma comunidade de 35 famílias na Dinamarca, em 1972 chamada de Sættedammen.

Clique aqui e saiba como o ambiente de trabalha impacta na rotina dos colaboradores

Lá as famílias dividiam apenas as áreas comuns, já que cada um tinha sua própria casa. Depois dessa primeira experiência, em 1988 novos cohousing foram fundados nos Estados Unidos, e depois este conceito começou a se espalhar pelo mundo.

Com o passar dos anos, o cohousing foi evoluindo para o compartilhamento não só dos espaços comuns, mas também dos imóveis em geral, dando nascimento ao coliving dos dias atuais.

coliving

Quais as vantagens do coliving?

São várias as vantagens de morar em um espaço de coliving como:

  • Experienciar uma vida em comunidade, onde todo mundo se ajuda em uma rede de apoio;
  • Dividir as tarefas de rotina, como cozinhar e limpar o imóvel;
  • Economizar ao dividir as contas de água, luz, internet e outras;
  • Vivenciar novas culturas e constantes trocas de experiências nos locais comuns;
  • Economizar os recursos naturais, poluir menos e praticar um consumo sustentável.

 

Para quem o coliving é indicado?

O principal público dos espaços de coliving são as pessoas preocupadas com a economia colaborativa. É um perfil de indivíduo que já busca o convívio em comunidade e a troca de experiências.

Mas não são só eles que podem aproveitar as vantagens do coliving! Quem viaja muito a trabalho e gostaria de aproveitar seu tempo livre sem tomar todas as decisões e lidar com a burocracia de um imóvel também tende a aproveitar o coliving.

Para saber mais sobre Economia Colaborativa, confira o conteúdo que escrevemos clicando neste link

Outro público-alvo são pais e mães que buscam apoio e suporte para criar crianças, pois já existem espaços de coliving voltados para a educação colaborativa dos pequenos.

Também existem empreendimentos voltados para o público idoso, para que eles possam viver em um local que atenda a todas as suas necessidades.

 

Conclusão

Como você viu neste texto, o coliving é uma modalidade de moradia coletiva que surgiu nos anos 70 e ganhou força atualmente, se espalhando pelo mundo inteiro. Mais do que dividir espaços, ele oferece a vida em comunidade como principal diferencial.

O coliving faz parte da filosofia de economia colaborativa, que defende o compartilhamento de recursos como resposta ao modelo de vida de acúmulo de bens em que vivemos.

Nex Admin

15 min.
14dez2022
Produtividade

Veja também:


Ícone Whatsapp Nex Como podemos ajudar?