Trabalho 19mar2018

Networking para pessoas tímidas

Networking é uma das palavras mais presentes no vocabulário dos empreendedores, principalmente daqueles que ainda estão começando um negócio. Conhecer as pessoas certas e ter uma rede de contatos profissionais forte e diversificada é um dos caminhos que levam ao sucesso. Porém, fazer networking e fazer contato com pessoas estranhas é algo desafiador para quem […]

Networking é uma das palavras mais presentes no vocabulário dos empreendedores, principalmente daqueles que ainda estão começando um negócio. Conhecer as pessoas certas e ter uma rede de contatos profissionais forte e diversificada é um dos caminhos que levam ao sucesso. Porém, fazer networking e fazer contato com pessoas estranhas é algo desafiador para quem é mais tímido. O que fazer em casos assim?


(+) Veja mais: Como criar e manter uma boa rede de contatos?


O primeiro passo é entender que não existe nenhum problema em se aproximar de alguém apenas pelo contato profissional. No Brasil, ainda perdura um pensamento de que esse tipo de aproximação pode ser desconfortável e demonstrar um viés interesseiro da personalidade de uma pessoa, mas isso não passa de lenda urbana. Nos Estados Unidos, por exemplo, isso não existe e a cultura do networking é vista como natural.
Tendo isso em mente, vamos para algumas dicas que vão ajudar você a criar uma rede de contatos mesmo sendo tímido:

COMECE COM PESSOAS CONHECIDAS
Para ganhar mais confiança, você pode começar suas conversas de networking com familiares e amigos mais próximos. Dessa forma, o processo vai sendo desmistificado e você passará a ver esse tipo de situação com mais naturalidade. Quando se sentir confiante o bastante, você pode iniciar conversas com ex-colegas da faculdade e da escola, por exemplo.

PREPARE-SE
Não chegue para uma conversa dessas sem saber o que vai falar ou como você vai começar o papo. Por isso, é fundamental conhecer à fundo sua área de atuação e dominar os assuntos relacionados a ela. Assim,sua fala ficará mais natural e interessante, causando uma boa impressão logo de cara, além de ajudar a focar sua conversa no que interessa e não em trivialidades.


(+) Veja mais: Frases de empreendedores de sucesso para te inspirar


UTILIZE A INTERNET
Conversas de networking não precisam ser, necessariamente, presenciais. Hoje a tecnologia permite que entremos em contato com alguém por diversos canais, seja um aplicativo, uma rede social ou até um simples e-mail. O caminho digital pode ser muito útil nos primeiros contatos. Use-o para marcar um café ou uma reunião durante o almoço, por exemplo. Só não abuse dessa via e tenha em mente que encontros presenciais são necessários de vez em quando.
CHEGUE CEDO
Chegar cedo em eventos onde as possibilidades de networking são grandes, como um congresso ou uma feira, pode ser a chave para deixar a timidez de lado. Um ambiente com poucas pessoas naturalmente gera mais confiança e facilita uma aproximação, já que é bem mais fácil ver e ser visto.
SAIBA OUVIR
Uma pessoa boa de networking não é necessariamente alguém que fala bastante e tem facilidade para se comunicar. Um dos segredos de uma boa conexão está justamente em saber ouvir o que o outro tem a falar. Por isso, mostre-se interessado e faça perguntas sempre que possível. Também é importante ter algum conhecimento prévio sobre a área que a outra pessoa atua, assim você não fica perdido.


(+) Veja mais: Existem 34 tipos de talento: quais são os seus?


TÍMIDOS E INFLUENTES
De toda forma, a timidez é muito mais um obstáculo comum do que uma barreira intransponível.  Ela, de forma alguma, impossibilita alguém de ter uma rede forte e, consequentemente, estabelecer um negócio de sucesso. Duvida? Então saiba que alguns nomes do empreendedorismo mundial, como Elon Musk, Jeff Bezos e Mark Zuckerberg são descritas por pessoas próximas como introvertidas e tímidas. Se eles conseguiram chegar onde chegaram por que você não pode também?


Nós realmente mudamos a nossa relação com o trabalho.
Quer saber mais sobre os planos e serviços do Nex? Clique Aqui!


Nex Conteúdo

15 min.
19mar2018
Trabalho

Veja também: